Holocausto

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

27 Janeiro, Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.


Há dias,  assisti a uma discussão entre mãe e filha, numa livraria. A menina, que suponho teria 12 anos, insistia na necessidade de comprar O Diário de Anne Frank, pedido na escola. A mãe, essa não desarmava. Nem pensar, não era adequado à idade dela,  não iria entender nada, ficaria deprimida. Com franqueza, com tanto livro para ler, haveria de ser logo aquele!  A senhora saiu da livraria tão determinada como entrara, sem o livro.

Tive vontade de lhe dizer que estava enganada. Que a própria Anne Frank não passava de uma menina, da mesma idade daquela filha, quando iniciou o seu diário. Que sim,  que há coisas mesmo tristes! Que os nossos filhos devem  saber, merecem lembrar!  Que em Julho, tive oportunidade de estar em Auschwitz com o meu filho, na altura ainda com 11 anos. Que ambos lembramos hoje as vítimas do Holocausto porque não as esquecemos nunca.

2 comentários:

Jose Maria Oliveira 28 de janeiro de 2014 às 14:33  

No caso do teu filho, isso é uma obrigação. Não é verdade que a própria avó, de certa forma, escapou ao holocausto? Nunca será demais lembrar o horror, mais que não seja, para garantir que não se repetirá.

Marias sem Anas 29 de janeiro de 2014 às 21:50  

Sim, Zé. Mas não vejo como uma obrigação, antes como um direito. O direito a conhecer todas as atrocidades que os homens são capazes de cometer.

Enviar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP