Venham apanhar amoras...em SINTRA

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

As férias estão a chegar ao fim. Foram longas, cheias de aventura e momentos para recordar. Para trás, ficam dias intensos e cheios de agitação. É preciso dizer que quando nos juntamos todas, entre filhos e amigos que sempre vêm, as crianças rondam a dúzia! Com tanta arraia miúda, todos os recursos são poucos. Praia, piscina,  passeios de bicicleta ou a pé, são algumas das actividades preferidas. Há uma, porém, que perfaz as delícias da pequenada. Apanhar amoras! Quanto a nós, para além do prazer que acarreta, tornou-se quase "viciante"...sobretudo depois de termos visto 125g à venda, pela módica quantia de 5€. Durante semanas, de manhã ou à tarde, todos queriam apanhar amoras!



Como imaginam, o que não nos falta por aqui são caminhos enfeitados de amoras. Difícil é escolher por onde vamos! É que todos apresentam algo em comum, a beleza e a paz que têm para nos oferecer quando os percorremos.


Talvez por isso, as crianças se entusiamem tanto só com a ideia! Que alegria e excitação quando nos reunimos no local combinado. E com que prazer ávido eles colhem as amoras, mesmo quando a tarefa não se mostra fácil ou as silvas se revelam inimigas!



De quando em vez, lá surge um percalço ou outro...


Mas nada que não se supere com alguma  coragem e ajuda de muitas mãos amigas



Apanhar amoras, caminhar livremente por trilhos cheios de silêncio e mistério, com cheiros a terra e a verdes de perfumes múltiplos, olhar em redor e ver tudo isto,  





é algo só ao alcance de alguns... os amantes de Sintra!


Regressamos com um cesto cheio de amoras e o coração a abarrotar de emoções...


Desta vez, o local de encontro tinha sido o Penedo, uma das mais belas aldeias de Sintra.




Finalmente, chega o momento tão desejado pela criançada, a partilha das amoras.


Não interessa quem apanha mais ou menos, se somos muitos ou poucos. As amoras que se colhem vão para o "cesto" e no final dividem-se em partes iguais.


Divididas as amoras, estamos de volta, com o intuito de tratar as ditas.


Pela parte que me toca, e por oposição expressa dos homens da casa, não lhes consigo dar outro destino que não seja o gelado!


Escandalosamente delicioso, cá em casa o gelado de amoras come-se, ou melhor, devora-se, de qualquer maneira.

Bolo de chocolate da sogra, gelado de amoras e compota de amora de outra Cházeira.

Mas olhem bem para as iguarias que se produzem noutra das casas do Chá de Sintra!

Bolo de banana e amora

    Batido de amora e brushetta de banana e amora

Ainda há muitas! Venham apanhar amoras... em SINTRA!

2 comentários:

carol 10 de setembro de 2010 às 22:53  

Eu sou uma amante de Sintra e, de vez em quando, venho espreitar aqui. E hoje gostei particularmente das vossas fotos e de seguir o vosso passeio e a vossa aventura.
E... 5 euros por 125 g de amoras... bom, é mesmo de mais! Que tal venderem vocês as amoras que apanham ou, melhor ainda,o bolo de banana e amora já feito?...
Bons passeios aí por essa terra maravihosa da minha adolescência!

Marias+Anas 11 de setembro de 2010 às 02:56  

Obrigada, Carol, pelo simpático comentário.Quanto às amoras, guardamos as sugestões para o próximo ano...

Enviar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP