A Praia Grande continua Pequena!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Em época de crise, nada parece escapar, nem o tempo. O Verão chegou há dois dias, mas pobrezinho. Pelo menos, aqui por Sintra. O sol acorda tarde, não fica por cá o dia todo, o vento continua a fazer-lhe companhia a espaços e o calor, nem por isso…Mesmo assim, o Chá de Sintra foi à praia. Voltámos à Praia Grande!

Em Abril, mostrámos aqui como a Praia Grande se tinha transformado, como a areia tinha sido engolida pelo mar, deixando a descoberto rochas e rochedos. Em suma, como a praia estava pequena! Na altura, embora confiando que o mar devolvesse alguma areia, já achávamos que dificilmente se passaria sem intervenção humana para resgatar a nossa praia. Desde então, de quando em vez, passamos por lá. Tomamos um café, damos uma espreitadela, ouvimos opiniões de quem ali trabalha há muitos anos. E as nossas suspeitas quase viraram certezas. O mar não só não devolveu a areia que tirou, como teimosamente, parece persistir em ir tirando mais. A Praia Grande está efectivamente pequena.





E até os mais optimistas, aqueles que diziam conhecer bem a praia e defendiam que se esperasse por Maio para tudo voltar ao normal, já não se mostram tão seguros de que tal venha a acontecer. Até porque, Maio já lá vai! O mês de Junho decorre, a época balnear há muito que abriu e a praia permanece neste estado




As rochas continuam à vista de todos, como que dizendo, agora é a nossa vez, não nos deixamos tapar!



Os poucos toldos que por lá existem foram colocados na parte de cima, já que o seu lugar habitual está ocupado pelas rochas e pelo mar.




Os nossos meninos iniciaram a época de praia, como vem sendo tradição há vários anos. Mas para o poder fazer, a escola teve de se deslocar uma boa dezena de metros e ficar confinada a um espaço bem mais reduzido. O único, aliás, com dimensão para os abrigar.



O Chá de Sintra falou com algumas das pessoas que ali trabalham. Alguém nos disse que, em 70 anos, nunca viu a praia assim. E é com grande preocupação e também amargura, que nos dizem ainda acalentar esperança de que tudo volte à normalidade nos próximos dias…
Por tudo o que hoje vimos, duvidamos. Alguma coisa se deveria ter feito, para além do tractor que por lá andou a espalhar melhor a areia. Os alertas foram muitos. E todos sabemos não se tratar de um problema exclusivo da Praia Grande. O problema existe, com intensidade diversa, é certo, ao longo de toda a nossa costa marítima. Recentemente, o climatologista Filipe Duarte Santos, afirmou que “quase 70% da nossa costa está em risco de perder terreno”. Mas nada fazemos para o evitar, nada fazemos para prevenir os efeitos das alterações climáticas.
Parecemos apenas esperar que o mar seja generoso, se lembre de nós e nos devolva a areia que já foi nossa…

Já agora, na Praia Grande, os muros continuam em baixo, e as obras, se é que existem, porque o único indício é uma retroescavadora que por lá se vê parada, há muito que deveriam ter sido feitas.




É que há dias em que não parece estarmos quase em Julho, mas o calendário não engana!


1 comentários:

carol 27 de junho de 2010 às 16:42  

Ó queridas, é igual por todo o lado. Não é só em Sintra.

Enviar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP